Return to site

Equipe ComRio ComMar participa de oficina no CRAS Interlagos, em Linhares (ES)

No dia 26 de novembro ocorreu a “Oficina municipal de discussão e validação do Plano de Ação em Saúde - Desastre da Barragem de Fundão”.  O local da atividade foi o CRAS Interlagos, em Linhares.

Estiveram presentes representantes da Secretária de saúde do município, representante do MAB, da ComRioComMar Opinião Popular, da FGV, da Associação de Surf de Regência , além de agentes comunitários de saúde, médicos e assistentes sociais. 
 
O secretário de saúde Saulo Rodrigues Meirelles falou sobre o percurso do plano, que começou, segundo ele, nas reuniões com a comunidade. Sendo esse momento importante para “discussão e inclusão de novas ideias" e para fazer acertos pertinentes.

 

Apresentado por Luciana Andrade Jorge Oliveira, o plano de Ação em Saúde advém de uma determinação da Câmara Técnica Saúde. O plano ainda passará por quatro instâncias até sua possível aprovação.
 
O plano de ação prevê intervenções em Rio Pequeno, Regência Augusta, Degredo, Povoação e Pontal do Ipiranga. Além de considerar as 134 famílias das ilhas do Rio Doce. 

 

Foram apresentados os impactos na vida dos atingidos com base em relatos e cartas institucionais comunitárias. Além de profundas mudanças no modo de vida e a relação com o meio, os atingidos tiveram a interrupção das fontes de renda, passaram a conviver com conflitos na comunidade e nos núcleos familiares, gerando aumento de ocorrência de doenças psicossociais. 
 
Salientou-se a necessidade de um sistema informativo sobre as ocorrências na área da saúde.
Foram apresentadas as principais preocupações em relação à saúde dos atingidos, entre elas: a qualidade e o acesso à água, quantidade e qualidade dos pescados, a ausência de informações claras e de estudos contínuos e validados. 

Apresentou-se algumas ações que já vem sendo realizadas pela prefeitura e também foram apresentadas as propostas que serão levadas até a câmara técnica. São previstas ações nas áreas de Atenção Primária, de Média Complexidade, de Saúde Mental, Educação de Saúde, Vigilância, Assistência Farmacêutica e Laboratorial. 
 
Os grupos de trabalho no evento, divididos por localidades, acrescentaram algumas prioridades como Unidade Móvel de Saúde, transporte aquático, estabelecimento de protocolo de atendimento dos atingidos, abrangência e participação nos Estudos, entre outros. 

O Plano de Ação continua seu percurso para a aprovação na Câmara técnica. Será apresentado no Seminário de Plano de Ações do ES no dia 03/12 em Vitória e no dia 04/12 na reunião da CT Saúde em Vitória.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK